Blog

#EuAcreditoEuFaço





Você é Dono do Seu Destino

Existem diversas teorias quando o assunto em questão é o destino. Alguns acreditam piamente que ele seja regido por forças maiores e que não há maneiras para lutar contra isso; enquanto outros acham esse pensamento uma bobagem, que na verdade cada indivíduo é responsável pelo seu próprio destino. 
 
E você, faz parte de qual grupo? Acredita que o destino está traçado ou somos nós quem o traçamos por meio de nossas decisões? Independentemente de qual seja sua resposta, há um fato inegável: o ser humano em geral possui uma curiosidade muito grande sobre o seu futuro. 

Isso é resultado de estarmos constantemente buscando por respostas acerca de nossas vidas. Será que escolhi a área certa para atuar? Um dia conseguirei o emprego dos sonhos? Estou me relacionando com a pessoa certa? Essas são apenas algumas das questões que fazem parte da rotina de tantas pessoas. 

É natural que haja essa preocupação, o grande problema é quando o indivíduo atribui a responsabilidade de suas escolhas, ou o rumo que sua vida levou, ao acaso. É como disse o dramaturgo George Bernard Shaw certa vez: “Há pessoas que estão sempre atribuindo às circunstâncias aquilo que são. Não acredito nas circunstâncias. As pessoas que vencem neste mundo são as que procuram as circunstâncias de que precisam e, se não as encontram, as criam.” 

Então que tal deixar essas ideias um pouco de lado e passar a enxergar o futuro de maneira estimulante? Quero lhe mostrar neste artigo que o destino pode ser moldado de acordo com seu desejo pessoal e profissional. Acompanhe até o final para descobrir como sair da zona de conforto e ter autoridade o suficiente ao dizer: eu sou dono do meu destino. 

                                             O poder do pensamento 

Antes de qualquer coisa tornar-se concreta, ela deve ser pensada e planejada. Pare um pouco e observe os objetos ao seu redor. Como eles chegaram até aí? Em algum momento uma pessoa pensou em criá-lo, certo? E para que esse pensamento se tornasse realidade, certamente houve planejamento para isso. 

Essa mesma linha de raciocínio pode ser utilizada para as nossas vidas. Tenha em mente que o destino é desenhado a partir de seus pensamentos, e eles podem aproximá-lo ou afastá-lo da autorrealização. Então pergunte a si mesmo: o que eu desejo para o meu futuro? 

Se você souber conduzir seus pensamentos de acordo com aquilo que deseja, certamente será capaz de planejar e construir a vida que sempre sonhou. O incrível Martin Luther King reforça a importância do pensamento com a seguinte frase: “Saiba que seu destino é traçado pelos seus próprios pensamentos, e não por alguma força que venha de fora. O seu pensamento é a planta concebida por um arquiteto para construir um edifício denominado prosperidade. Você deve tornar o seu pensamento mais elevado, mais belo e mais próspero.” 

Mas é claro que nem sempre as coisas são tão simples assim, porque se não forem conduzidos de maneira efetiva, nossos pensamentos podem ser na verdade nossos maiores sabotadores.
 
Digo isso porque o mesmo acontecimento pode ter diferentes significados de acordo com a perspectiva de cada indivíduo. A demissão de um emprego, por exemplo, pode ser motivo de desespero para alguns, e um recomeço para outros. Mas quando uma pessoa escolhe manter o pensamento positivo com os acontecimentos da vida, é muito provável que os resultados também sejam positivos. 

Henry Ford diz o seguinte: “Quer você acredite que consiga fazer uma coisa ou não, você está certo.” A mente humana é muito poderosa e pode influenciar diretamente nos resultados de nossas vidas, o problema é que grande parte da sociedade desacredita desse potencial. 

Mas você sabia que há uma maneira de mudar este cenário e reprogramar seus pensamentos? Isso pode ser feito por meio da melhoria do mindset (“mentalidade” em português). Em termos práticos, o mindset é o conjunto de atitudes mentais que podem influenciar nos comportamentos e pensamentos de cada indivíduo. 

A utilização do modelo mental para alcançar aquilo que se deseja para o futuro, foi desenvolvido pela psicóloga Carol Dweck. Ela nos ensina que o sucesso está diretamente ligado à forma com que cada um lida com seu objetivo, e aqueles que os enxergam de maneira positiva certamente estão um passo à frente. 
 
Ainda de acordo com a psicóloga, a mentalidade das pessoas é dividida em duas vertentes, e pode ser identificada pela maneira que cada um de nós enxergamos os esforços da vida: 

                                                        Mindset fixo 

Sabe aquela pessoa que enxerga os esforços da vida de maneira negativa? Que no primeiro obstáculo enfrentado conclui que é incapaz e desiste de seu objetivo? Ela possui o mindset fixo. 
 
Este perfil acredita que algumas características pessoais, como inteligência e competência, não podem ser alteradas. O problema é que esse tipo de pensamento faz com que as pessoas evitem determinados desafios para não se sentirem inferiores, e com isso perdem importantes oportunidades na vida.

                                               Mindset progressivo 

Já os indivíduos que possuem o mindset progressivo, enxergam os esforços da vida como algo positivo. Diferentemente do perfil acima, eles acreditam que as habilidades pessoais podem ser desenvolvidas, e com isso conseguem potencializar seus resultados.
Sabe aquela vontade de desistir quando algo que planejou não saiu conforme o esperado? Pode esquecer! Pessoas com mentalidade progressiva enxergam em seus erros oportunidades de crescimento e aprendizado. 

                              É possível transformar o modelo mental? 

Com certeza! Existem diversas técnicas para adaptar o modelo mental de modo que ele se torne progressivo, e uma delas é trabalhar as crenças que cada indivíduo possui. Nossas crenças são resultados das mais diversas situações que enfrentamos no decorrer da vida, e elas podem causar efeitos positivos ou negativos naquilo que nos tornamos. 

Grande parte de nossas decisões são tomadas de acordo com nossas crenças. Logo, os resultados de nossas escolhas são resultados disso, e não do destino como muitos acreditam. 

Há duas crenças influenciadoras para o sucesso ou fracasso de nossos objetivos: as limitantes e as fortalecedoras. 
 
Criada geralmente de maneira irracional, a crença limitante é uma das principais razões para o fracasso. Ela aparece em pensamentos negativos como: “Eu não sou capaz”, “Não vou conseguir alcançar o meu objetivo”, “É melhor desistir”; entre tantos outros. Pode não parecer, mas esse tipo de pensamento influencia diretamente em nossa performance diante dos desafios da vida. 

As crenças fortalecedoras são justamente o oposto disso. Ela abre espaço para pensamentos positivos: “Eu sou capaz”, “Vou conseguir alcançar meu objetivo”, “Os obstáculos não me farão desistir”. Essa linha de raciocínio é capaz de fortalecer nosso potencial e nos estimular a agir em prol do objetivo estabelecido. 
 
Agora você deve estar se perguntando se é possível identificar as crenças limitantes e trocá-las por fortalecedoras, não é? Fique tranquilo, é sim possível. Mas para que isso se torne realidade é necessário esforço diário e contínuo. 

                                                A importância de agir 

A essa altura já entendemos que não se pode passar a vida inteira contando com uma ajudinha do destino, não é? Mas será que melhorando os pensamentos, de modo a adquirir um mindset progressivo e transformar suas crenças em fortalecedoras, é o suficiente para conquistar o futuro desejado? 

É evidente que esses passos são fundamentais, mas para que seu objetivo se torne concreto, também é necessário colocar esses pensamentos em prática. Caso contrário, eles não passarão de pensamentos, concorda? 

É importante frisar que não há atalho para se conquistar aquilo que tanto sonha, o seu sucesso depende única e exclusivamente de você. Utilizar a ideia de que há uma força maior responsável pelo nosso destino, é algo bastante cômodo, mas dificilmente te levará a algum lugar. 
 
Para reforçar tudo que foi dito, finalizo este artigo com uma história muito interessante sobre o destino, publicada pelo autor Paulo Coelho:
“Diante de uma batalha decisiva, o general japonês decidiu tomar a iniciativa e atacar, mesmo sabendo que o inimigo era muito mais numeroso. Embora tivesse certeza da sua estratégia, seus homens estavam temerosos. 

No caminho para o confronto, resolveram parar em um templo. Depois de rezar, o general virou-se para os seus soldados:
- Vou jogar esta moeda. Se der cara, voltaremos para o acampamento. Se der coroa, isso significa que os deuses nos protegem, e que derrotaremos o inimigo. Agora, o nosso futuro será revelado. 

Jogou a moeda para o alto, e os olhos ansiosos de seus soldados viram o resultado: coroa. Todos vibraram de alegria, atacaram com confiança e vigor, e puderam celebrar a vitória no final da tarde. Orgulhoso, seu comandante veio comentar:
- Os deuses sempre estão certos. Ninguém pode mudar o destino revelado por eles.
- Você tem razão, ninguém pode mudar o destino quando estamos decididos a segui-lo. Os deuses nos ajudam, mas às vezes nós precisamos ajudá-los também. – respondeu, entregando a moeda ao seu oficial.
Os dois lados marcavam coroa.”

Gostou do artigo e deseja receber mais conteúdos como este aqui? Entre em contato agora mesmo!
www.marcostorresleao.com.br 

#EuAcreditoEuFaço

Até breve e Gratidão.
Marcos Torres Leão
Master Coach Ericksoniano e Constelador
Inscreva-se aqui e não perca nenhuma novidade!
Insira seu e-mail abaixo para receber nossas novidades
Feito com