Blog

#EuAcreditoEuFaço





Mude sua Vida em Cinco Passos

A rotina que você possui hoje, tem te levado para a vida que você sempre quis? O retorno que você tem recebido como respostas da vida são aqueles que você idealizava quando arquitetava planos? 

Os seus relacionamentos são saudáveis ou abusivos? Sua saúde está favorável ou você não tem cuidado dela como deveria? E suas finanças estão de vento e poupa, ou sua conta está no vermelho? Continue lendo e compreenda de uma vez por todas, que você é sim o autor da sua vida e pode mudá-la. 

Muito se ensinam sobre mudanças, transformações radicais ou 360º, todavia a verdade é que precisamos mudar da forma certa. É justamente isso que vamos entender melhor neste artigo em cinco passos. 

Passo I – Coragem
Concedei-me, Senhor a serenidade necessária para aceitar as coisas que não posso modificar.
Coragem para modificar aquelas que eu posso e sabedoria para conhecer a diferença entre elas. (Oração da Serenidade). 

Se você é uma pessoa que observa sua vida atual e percebe que ela não saiu do jeito que você queria, agora é a hora de rever seus conceitos, escolhas e então tomar coragem para mudar o que você pode. 
 
A oração da Serenidade pede ao poder superior (Deus) que conceda serenidade para aceitar as situações que não podemos mudar, mas pede CORAGEM para mudar aquelas que podemos. 
 
Por exemplo, se ao notar que seu relacionamento conjugal te faz sofrer mais do que feliz, te faz chorar mais do que sorrir e exige de você uma personalidade que você não é a sua, ofuscando o seu brilho e anulando sua essência como indivíduo único e especial, certamente você está em uma relação abusiva! 

Relações abusivas são todas aquelas caracterizadas por um jogo de controle, em que a violência, ciúmes e os abusos podem começar com qualquer atitude que priva o parceiro (geralmente mulher) da própria liberdade. Por exemplo, ser obrigado a dar satisfações demais, não ter liberdade de vestir a roupa que deseja além de não ter a liberdade de expressão, leitura ou amizade. 
 
Em muitos casos a pessoa oprimida nem sabe o que é um relacionamento abusivo, pois todo relacionamento abusivo não se define apenas em momentos de opressão e violência. Ou seja, existem momentos de carinho em que o opressor tenta compenssar o abuso psicológico e físico em favores, jantares, presentes ou uma falsa consideração. 
 
Qual atitude uma pessoa que sofre com um relacionamento abusivo deve tomar? Sua solução provavelmente será o término da relação não é mesmo? Mas para que esta pessoa consiga se livrar desta prisão ela precisará de CORAGEM para mudar aquilo que ela pode. 

Ninguém muda sua vida radicalmente em 360º sem antes adotar algumas posturas que exigirão dela coragem, perseverança e determinação. A coragem é o primeiro passo para que sua vida saia da situação que você não almejou. Só você pode mudar o percurso da sua vida! 

Relacionamentos abusivos também ocorrem entre pais e filhos. Talvez para que você possa crescer como indivíduo sua atitude deverá ser sair da casa dos pais. É preciso coragem para se respeitar. 
 
É preciso coragem para dizer “NÃO”, é preciso coragem para seguir em frente sem olhar para trás, e escolher a vida que você deseja. Talvez para você ter o que idealizou precisará ser corajoso (a) para ir contra opiniões e pessoas amadas. 

Vida tem dessas brincadeiras, cabe a nós saber jogar em nosso favor. 
 
Passo II – Determinação
A determinação tornou-se uma palavra conhecida, e aonde vamos existem frases nos incentivando a ter firmeza e persistência para conseguir o que se desejamos. 

Nos artigos anteriores falei um pouco sobre autos-sabotagem lembra-se? A autos-sabotagem são atitudes forjadas por uma parte de nós que não nos vê como merecedoras do sucesso ou que subestima nossa capacidade de lidar com a vitória. 

Freud explicou isso: Expandir-se, competir, vencer, em quaisquer tipos de atividades, pode significar para o indivíduo crescer, tornar-se adulto e consequentemente, apavorado com a possibilidade desse triunfo, via de regra, ele fracassa após um ganho ocasional, vindo assim inibir sua potência, seu crescimento.

A determinação é fundamental para levar adiante as mudanças que você pode realizar. Lemos no primeiro passo, a oração da serenidade, que pede ao poder superior que nos dê serenidade para aceitar o que não podemos mudar, mas coragem para mudar o que podemos. Quando iniciarmos uma mudança nas áreas que podemos mudar, a determinação deverá ser o combustível desta ação, ou no meio do caminho, a autos-sabotagem quererá arruinar as mudanças que estão prestes a acontecer. 

Albert Einstein disse: “Insanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa, e esperar resultados diferentes”. Todavia neste caso a insanidade não ocorrerá por ter atitudes repetitivas e esperar por resultados diferenciados, mas por se autos-sabotar no meio do caminho por medo do desconhecido, por medo de assumir riscos ou por medo de fracassar. 

Por isso a determinação deve ser sua amiga diária, para quando pensamentos autodestrutivos vierem a sua mente, você os chutem para bem longe e persevere em busca da mudança de vida que tanto você almeja.

Passo III – Arrisque-se
Você já assistiu ao filme “O Náufrago”? O enredo retrata a história do executivo Chuck Noland que viajava a trabalho para a Malásia quando sofre um acidente de avião e cai sobre o Oceano Pacífico durante uma terrível tempestade. 
 
Como o único sobrevivente do acidente, Chuck vai parar em uma ilha deserta. Quando suas tentativas de socorro se esgotam, Chuck aprende a sobreviver na ilha. Esgotado de levar aquela vida que não era a sua, e cansado de esperar por um resgate que nunca viria ele tenta sair da ilha após construir um barco improvisado. 

A ilha era segura, todavia permanecer nela seria um fracasso. Ao partir para o mar, Chuck enfrentou ondas gigantescas que quase o mataram, mas não havia para ele chances de retornar para aquela vida vazia e solitária. Ele escolheu as ondas perigosas e os riscos do que ficar seguro e vivo condenado numa ilha. 

Não é fácil mudar!
Seja uma mudança interna como física, as mudanças doem. Mas é preferível que você se arrisque a continuar seguro enfadado a uma vida que não é a sua. 
 
Ayrton Senna, tri campeão mundial de formula 1, disse: “Eu não sei dirigir de outra maneira que não seja arriscada, quando eu tiver que ultrapassar meu adversário, vou ultrapassar mesmo”. “Cada piloto tem o seu limite, o meu é um pouco acima do dos outros”. 

Não é atoa que Ayrton tornou-se uma referencia mundial, um exemplo além de ter deixado um legado, ele tinha uma mentalidade positiva e para frente.

Passo IV – NÃO OLHE PARA TRÁS
O livro mais antigo – Bíblia Sagrada conta em Gênesis 13 que a esposa de Ló virou uma estátua de sal. A ordem é que ela e sua família fossem embora de Sodoma e Gomorra sem olhar para trás. Mas ela olhou, e com saudosismo teve dificuldades de seguir em frente. Tal atitude a impediu de ter um futuro feliz pela frente. 

Será que você tem se tornado uma estátua de sal por olhar demais para trás e não seguir em frente? Mesmo sabendo que é isso que você deve fazer e que não haverá mais vida no passado? 
 
A bíblia diz também em 2 Coríntios 5:17 – [...] as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo! 

Se você deseja mudar sua vida de fato, o quarto passo será imprescindível tanto quantos os passos anteriores, pois se no auge da mudança você olhar para trás, poderá colocar tudo a perder. O passado gosta de aprisionar as pessoas com emoções, saudosismo e conforto, ou seja, é mais fácil viver aprisionado nas emoções que já conhecemos do que ir adiante e experimentar sensações desconhecidas. 

Cuidado, não olhe para trás com tanta frequência, ou melhor, não olhe para trás, salvo para relembrar momentos bons, e ser grato por quem você se tornou hoje, caso contrário, queime as pontes.

Passo V – TENHA DECISÃO
Um navio está seguro no porto, mas não é para isso que os navios foram feitos” (William Shedd).

Saiba que se você chegar neste passo, após ter seguido os demais, agora chegará a hora de ser decidido! Muitas circunstâncias e situações quererão lhe mostrar que você deve retornar a zona de conforto com apelações emocionais, e até chantagens ou medo. 

Nesse estágio você deverá ser firme nas mudanças que adotou. Não volte e suporte o desconhecido, resista ao medo de seguir sozinho (talvez), não ceda às investidas dos sabotadores que aparentemente tentam lhe poupar da felicidade. Fique firme! 

No início de qualquer mudança, tudo pode parecer estranho e o receio de ter feito uma escolha errada poderá vim lhe assombrar, todavia isso se chama insegurança. Apenas resista e ela, logo ela irá embora, pois a rotina da nova vida vai reconhecer que esta é a sua escolha e o habito virá. 

Consequentemente a segurança irá brilhar e por fim você terá mudado sua vida. 

Se você deseja mudar sua vida e saber mais como conseguir tal feito, entre em contato agora mesmo e receba mais conteúdos como este aqui.

#EuAcreditoEuFaço 

Até breve e Gratidão.
Marcos Torres Leão
Master Coach Ericksoniano e Constelador  

Inscreva-se aqui e não perca nenhuma novidade!
Insira seu e-mail abaixo para receber nossas novidades
Feito com